onselectstart='return false'

*

FELIZ PÁSCOA!!!!!!!!

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Veja o resultado preliminar do teste físico do concurso da PM/SE

 

por Funcab, ascom

Edital de divulgação do resultado preliminar do teste de aptidão física (TAF), referente ao concurso público nº 03/2013.

Clique e veja o resultado

Continue lendo...

terça-feira, 15 de abril de 2014

Seed abre inscrição para processo seletivo de professores

 

por SEED/SE, ascom

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) abrirá na próxima quarta-feira, 16, as inscrições e entrega de títulos para o processo seletivo de professores para atuar nos Centros Experimentais de Ensino Médio. Poderão participar somente professores integrantes do quadro permanente do Magistério Público Estadual.

O processo seletivo simplificado será destinado ao provimento de 01 vaga para a área de História e formação de cadastro reserva para a função de professor de educação básica nos Centros Experimentais de Ensino Médio Atheneu Sergipense, Marco Maciel e Vitória de Santa Maria.

A inscrição e a entrega de títulos serão realizadas no período de 16 a 25 de abril, no Departamento de Educação da Secretaria de Estado da Educação (DED/SEED). No período de 28 a 30 de abril será realizada a análise dos títulos. O resultado final será divulgado no dia 5 de maio, no portal da Seed (www.seed.se.gov.br), sendo que no dia 9 de maio haverá a divulgação final do resultado após o julgamento de recursos.

A seleção será para as seguintes áreas de formação: História, Física e Sociologia. A formação exigida para cada área poderá ser conferida no edital 09/2014.

Os candidatos serão convocados em ordem de classificação posterior à convocação dos candidatos já selecionados pelo Edital Nº 04/2014, alterado pelo edital nº 05/2014. Os selecionados exercerão a função de professor de educação básica nas séries do ensino médio, em regime de tempo integral.

Inscrições

As inscrições deverão ser feitas na Secretaria de Estado da Educação, localizada na Rua Gutemberg Chagas, nº. 169, D.I.A., Aracaju/SE, no Departamento de Educação, no período de 16 a 25 de abril, no horário das 8h às 13h.

No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar os seguintes documentos: formulário de inscrição preenchido; cópia autenticada do diploma de graduação em Licenciatura Plena correspondente à formação exigida; curriculum vitae com as cópias autenticadas dos respectivos documentos que comprovam as titulações expressas pelo candidato; cópia autenticada da carteira de identidade (RG) e CPF; cópia autenticada do último contracheque contendo apenas os dados pessoais e funcionais; cópia autenticada do título de eleitor com a quitação eleitoral; e declaração da escola comprovando o tempo de experiência docente no ensino médio.

Somente serão aceitas inscrições para os Centros Experimentais de Ensino Médio de candidatos que exerçam atividades de docência ou atividades técnico-pedagógicas nas unidades de ensino pertencentes à Diretoria de Educação de Aracaju (DEA) ou que exerçam atividades técnico-pedagógicas em órgãos da SEED, com sede em Aracaju.

Requisitos para a inscrição

Para se inscrever, o candidato deverá ser membro do quadro permanente do magistério público estadual de Sergipe, com carga horária mínima de 200 horas, compatível com o regime de tempo integral adotado nos Centros Experimentais de Ensino Médio do Estado de Sergipe. Além disso, deve ter licenciatura plena e ter disponibilidade de carga horária para cumprimento do regime de trabalho de 40h semanais, com plena disponibilidade para o regime de trabalho integral.

Carga horária e remuneração

Os candidatos aprovados irão trabalhar em uma carga horária de 40 horas presenciais por semana, em regime de tempo integral, distribuídas nos turnos matutino e vespertino. Além da remuneração inerente ao cargo efetivo, os professores selecionados e em atuação nos Centros Experimentais de Ensino Médio farão jus à Gratificação por Atividade de Tempo Integral, no percentual de 100% sobre o vencimento básico.

Continue lendo...

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Inscrição para concurso da SSP SE

 

por Funcab, ascom

A Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab) informa o período de inscrição pela internet para o preenchimento das vagas do concurso público para cargos na Coordenadoria Geral de Perícias da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SP). Os interessados podem se inscrever pela internet no período de 22 de abril a 11 de maio deste ano.

Já 12 de maio será o último dia para o pagamento do boleto bancário. As provas objetivas estão marcadas para o dia 25 de maio.

O certame é destinado ao preenchimento de vagas para Perito Criminalístico, Perito Médico-Legal, Perito Odonto-Legal, Papiloscopista e Agente Técnico de Necropsia. No total, o concurso terá 34 vagas, sendo 18 para nível médio e 16 para nível superior.

Outro concurso

A Funcab foi a empresa escolhida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) para realizar concurso para a PRF. São 216 vagas de agente administrativo para 25 estados, entre eles Sergipe. O salário é de R$ 2.043,17. Para participar da seleção, os candidatos devem ter nível médio completo. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais. As inscrições devem ser feitas pelo site www.funcab.org no período de 9 a 30 de abril e a prova 25 de maio. A taxa é de R$ 60.

Continue lendo...

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Professores aprovam projeto de reajuste com restrições

Escrito por Caroline Santos Ligado 10 Abril 2014. Publicado em Rede Estadual

Os professores da rede estadual aprovaram com restrições o projeto de lei que está tramitando na Assembleia Legislativa que trata do reajuste do piso salarial de 2014.

Os educadores aceitam o reajuste de 8,34% a partir do mês de maio e que o pagamento do retroativo referente aos meses de março e abril seja feito até o dia 20 de maio. Mas reivindicam que o retroativo relativo aos meses de janeiro e fevereiro seja pago em julho e agosto e não a partir de setembro e outubro como consta no projeto de lei.

O projeto que foi lido ontem (dia 09) em sessão plenária, já foi aprovado hoje pelas comissões  e na próxima terça-feira, 15, segue para votação dos deputados estaduais.

Reajuste dos 22,22%

A construção do reajuste dos 22,22% será feita através da comissão paritária que será formada por decreto. O decreto será publicado ainda este mês com 45 dias de funcionamento após a publicação do decreto.

Plenária CUT

Os educadores da rede estadual também aprovaram distribuição proporcional do quantitativo de delegados que representarão o SINTESE na Plenária Estadual da CUT que acontece nos dias 16, 17 e 18 de maio em Aracaju. Serão 42 delegados pelas sub-sedes, 10 pela direção do SINTESE, 2 representando a região metropolitana e 2 pelos representantes das escolas de Aracaju, totalizando 56 delegados.

Continue lendo...

Empresas de ônibus abrem vagas para motoristas

 

por NE Notícias, da redação

O Sindicato das Empresas  de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) informa que as empresas de ônibus estão com vagas abertas para motoristas profissionais categoria D e E.

A partir desta segunda-feira, 14, os currículos podem ser entregues em, horário comercial, à porta do Sest Senat (Avenida Presidente Tancredo Neves, s/n° 5.657, Jabotiana, Aracaju, SE) onde será feita a seleção.

Continue lendo...

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Torcedor da Lusa consegue outra liminar a favor do clube na Justiça comum

Click e veja:   http://globoesporte.globo.com/blogs/especial-blog/bastidores-fc/post/liminar-da-lusa-e-cassada-no-tj-de-sp.html

Continue lendo...

segunda-feira, 7 de abril de 2014

São Cristóvão passa por crise e prefeita quer permitir contratação de servidores

Escrito por Luana Capistrano Ligado 07 Abril 2014. Publicado em Redes Municipais

A prefeita de São Cristóvão, Rivanda Farias, campanha TREM

protagonizou mais um capítulo marcado pelo desrespeito e pelo desmando dentro da administração municipal. A prefeita, que afirma não ter verbas para honrar seus compromissos, apresentou a Câmara de Vereadores o Projeto de Lei Nº 026/2014, que permite a contratação temporária de servidores para as áreas da educação, saúde, infraestrutura e assistência social.  O Projeto de Lei acrescenta parágrafo único ao artigo 2º da Lei Nª 087/2010, que dispõem sobre a contratação de servidores por tempo determinado.

A apresentação do Projeto chocou os professores da rede municipal, categoria que há dois anos vem tendo seus direitos arrancados covardemente pela gestora. Na última audiência entre o SINTESE e a prefeita de São Cristóvão, que ocorre no dia 20 de março, Rivanda Farias afirmou não haver possibilidade do município cumprir com o pagamento do reajuste do piso salarial do magistério e nem de repor os direitos retirados dos professores.

De acordo com Rivanda a falta de recursos do município e o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal a impediam de fazer qualquer tipo de negociação. Vale destacar que, apesar de todo o discurso sobre a crise financeira enfrentada pelo município, durante a audiência a prefeita não mostrou sequer um documento que comprovasse ausência de recursos por parte do município de São Cristóvão.

Quinze dias se passaram e Rivanda Farias apresenta um Projeto de Lei a Câmara Vereadores que permite a contratação temporário de servidores. Então ficam as perguntas: Por que aprovar um projeto que permite contratação temporária já que o município de São Cristóvão, segundo a prefeita, está sem recursos? Onde está a falta de verba alegada pela prefeita durante a audiência com o SINTESE? Onde está a preocupação como a Lei de Responsabilidade Fiscal? Será que como em um passe de mágica a crise financeira de São Cristóvão sumiu pelos ares?

Esta mágica, milagre ou seja lá qual nome pode se dar ao feito de Rivanda Farias não convenceu o magistério. E não convenceu também os vereadores de oposição, que na sessão da última quinta-feira, dia 3, se manifestaram contra o Projeto de Lei apresentado pela gestora municipal. O vereador Paulo Júnior falou na tribuna da câmara que o projeto de lei se trata de um trem da alegria pré-eleitoreiro e que ele não fará parte desta imoralidade. 

Situação em São Cristóvão

Os últimos dois anos têm sido de perdas constantes para os professores de São Cristóvão. Desde 2012 os professores não recebem o reajuste do piso salarial nacional do magistério, garantido pela Lei Federal 11.738/2008.

Em outro golpe dado contra a categoria a prefeita Rivanda conseguiu aprovar, em janeiro de 2013, na Câmara de Vereadores, uma lei que tornavam nulas as leis que reajustaram o valor do piso de 2011 e 2012, além de reduzir a regência de classe de 25% para 1%. Esta manobra cruel e desleal, orquestrada por Rivanda Farias e por seu marido Aramando Batalha, gerou danos irreparáveis a vida dos professores de São Cristóvão, que tiveram mais de 30% de seus salários reduzidos. A situação levou os professores a deflagrarem uma greve que durou 66 dias.

No decorrer destes dois anos os professores de São Cristóvão lutam de forma incansável para recuperar seus diretos. Mobilizações, vigílias, assembleias e audiências com o Ministério Público, com o Tribunal de Justiça, com a prefeita Rivanda Faria já forma feitas. Mas até hoje a soluções não chegaram.

Diversas irregularidades são cometidas pela administração pública de São Cristóvão. Dados do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe apontam que nos últimos três anos (2010 a 2013) a prefeitura de São Cristóvão não chegou a gastar omínimo de 25% dos recursos totais na Educação. A Constituição Federal determina que os municípios gastem pelo menos 25% de sua receita no desenvolvimento e na manutenção da educação. Para se ter uma ideia do desrespeito ao que determina a Lei, em 2013, foram gastos apenas 18% dos recursos com a Educação do município.

Além disso, a partir da análise da folha de pagamento da Educação de janeiro de 2014 foram encontradas irregularidades no uso dos recursos doFundo  de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB).

De acordo com a análise da folha de janeiro,somente com os profissionais do magistério que recebem de forma irregular pelo FUNDEB a prefeitura de São Cristóvão gasta R$ 21.339,32 (vinte e um mil trezentos e trinta e nove reais e trinta e dois centavos). Já com servidores técnicos administrativos são gastos irregularmente R$ 9.189,85 (nove mil cento e oitenta e nove reais e oitenta e cinco centavos). O que totaliza um montante de R$ 30.529,17 (trinta mil quinhentos e vinte e nove reais e dezessete centavos) de recursos do FUNDEB usados indevidamente.

A análise da folha aponta ainda o pagamento de altas gratificações a funcionário que têm cargo de confiança. Caso as irregularidades fossem sanadas a administração municipal teria condições de assegurar o pagamento do piso 2014 ao magistério. Mas parece que não há boa vontade por parte dos gestores de São Cristóvão em buscar saídas para a crise da educação no município.

Continue lendo...

INDICADORES